UNDB

Acessibilidade (98) 98459-7541 (98) 4009-7090

Revista do CEDS

Periódico científico semestral do Centro de Estudos em Desenvolvimento Sustentável - ISSN 2447-0112

  • Revista do CEDS Nº 9
  • Revista do CEDS Nº 8
  • Revista do CEDS Nº 7
  • Revista do CEDS Nº 6
  • Revista do CEDS Nº 5
  • Revista do CEDS Nº 4
  • Revista do CEDS Nº 3
  • Revista do CEDS Nº 2
  • Revista do CEDS Nº 1

Mensagem editorial

Pesquisar e estudar a temática do desenvolvimento sustentável é, acima, de tudo, buscar soluções inovadoras e tecnologias modernas para garantir a possibilidade de entregar às futuras gerações um planeta capaz de abrigar sem restrições seus habitantes. Os trabalhos que pretendemos realizar dentro da área vão oferecer perspectivas de diálogos críticos em torno das questões ambientais predominantes, entre elas a mudança climática, controle da poluição, energia alternativa, desmatamento , poluição , extinção de espécies, agropecuária, segurança alimentar, construções, saneamento básico, planos urbanísticos estilos de vida, consumo excessivo, combate à pobreza, políticas de inclusão social, promoção afirmativa de grupos minoritários e/ou historicamente oprimidos, promoção da cultura e do patrimônio histórico, combate à corrupção, direito humanos, resolução pacífica dos conflitos e paz mundial.

Este é, portanto, o desafio a que se propõe a Revista do Centro de Estudos em Desenvolvimento Sustentável-CEDS, um periódico destinado a publicar as produções oriundas dos projetos de pesquisa do CEDS e produções externas, promovendo um diálogo constante, amplo e transdisciplinar sobre o tema do desenvolvimento sustentável em todas as suas dimensões – ambiental, econômica, social, cultural, tecnológica, urbanística e política – e nas suas respectivas aplicações e soluções práticas.

Boa leitura a todos!
Com os meus melhores cumprimentos,

João Conrado de Amorim Carvalho
Coordenador do CEDS

Informações Gerais

Revista do CEDS
periódico acadêmico semestral do Centro de Estudos em Desenvolvimento Sustentável
(ISSN 2447-0112)

Direção Geral
João Conrado de Amorim Carvalho

Conselho Diretor

  • João Conrado de Amorim Carvalho
  • Rodrigo Monteiro de Lima

Equipe Técnica

  • Profa. Me. Mizraim Mesquita
  • Prof. Me. Maurício José Morais Costa
  • Prof. Me. Donny Santos

Conselho Científico (em ordem alfabética)

  • Prof. Dr. Claudemir Gomes de Santana é graduado em Química Bacharelado Com Atribuição Tecnológica pela Universidade Federal do Maranhão (1992), mestrado em Química (Química Analítica) pela Universidade de São Paulo (2002) e doutorado em Química (Química Analítica) pela Universidade de São Paulo (2004). Atualmente é professor - Unidade de Ensino Superior Dom Bosco. Tem experiência na área de Química, com ênfase em Análise de Traços e Química Ambiental, atuando principalmente nos seguintes temas: água, resíduos, gestão ambiental, corrosão e efluentes.
  • Prof. Me. Donny Santos é doutorando pelo Programa de Pós-Graduação em Políticas Públicas (PPGPP/UFMA), Mestre pelo Programa de Pós- Graduação em Cultura e Sociedade - PGCult/UFMA (2020), Especialista em Metodologia do Ensino Superior - Universidade Federal do Maranhão (2019) e Dança Educacional pela Faculdade São Fidélis/RJ (2016), graduado em Fisioterapia pela Faculdade Santa Terezinha - CEST/MA (2013).
  • Profa. Dra. Ilara Nogueira da Cruz possui graduação em Psicologia (1998) pelo Uniceuma. Doutora e Mestre em Teoria e Pesquisa do Comportamento pela Universidade Federal do Pará. Atualmente, é Coordenadora do Curso de Psicologia do Centro Universitário Unidade de Ensino Superior Dom Bosco (UNDB), atuando também como consultora ad-hoc da FAPEMA. Diretora acadêmica e sócia proprietária do Centro de Análise do Comportamento-CENACOM.
  • Profa. Dr. João Conrado de Amorim Carvalho é pós doutorado em Gestão e Economia pela Universidade da Beira Interior, em Portugal. Doutor em organização e competitividade pela Universidad de Extremadura, na Espanha, Mestre em Gestão de Empresas pela FGV/EBAPE, Especialização em Marketing e em Administração pela ESPM. Graduação em Ciências Contábeis pelo CEUMA (1997). Professor na Unidade de Ensino Superior Dom Bosco, tutor e professor na Universidade Estadual do Maranhão em cursos à distância.
  • Profa. Me. Maurício José Morais Costa é mestre em Cultura e Sociedade pela Universidade Federal do Maranhão (PGCULT-UFMA) na Linha de Pesquisa 2 - Cultura, Educação e Tecnologia. Especializando em Design Instrucional pelo Centro Universitário Senac. Bacharel em Biblioteconomia pela Universidade Federal do Maranhão (2016). Designer Instrucional e Docente do Centro Universitário Dom Bosco (UNDB).
  • Profa. Me. Mizraim Mesquita é graduada em Letras Português-Inglês, mestre em Cultura e Sociedade (PGCult/UFMA), especialista em Metodologia do Ensino de Língua Portuguesa e Estrangeira. Atua como Designer Instrucional na Universidade Aberta do SUS vinculada à Universidade Federal do Maranhão. Pesquisa nas áreas de Educação a Distância, Educação e Tecnologias Digitais, Tecnologias Móveis na Educação, Aprendizagem Móvel, entre outros temas relacionados.
  • Prof. Me. Rodrigo Monteiro de Lima é graduado em Ciência da Computação pela Universidade Federal Rural do Semi-árido. Possui mestrado em Ciência da Computação pela Universidade Federal Rural do Semi-árido. Tem experiência na área de Ciência da Computação atuando principalmente nos seguintes temas: Ensino a Distância, Aprendizagem Ubíqua, Computação Móvel, Serious Games, Ambientes 3D, Realidade Virtual e Aumentada, Aprendizado de Máquina e Sistemas Multiagente.

Colaboradores Internacionais

  • ÁLVARO DIAS
    Licenciado em Gestão, MBA em Gestão Internacional e Pós-Graduado em E-business, Mestre em Gestão (especialidade em Planeamento e Estratégia Empresarial) e Doutorado com agregação em Marketing. É professor catedrático da ULHT, consultor e formador certificado pelo IEFP. Autor de vários livros e artigos científicos.
  • AMADA HIDALGO GALLARDO
    Doutora em História e Estudos Humanísticos, professora pesquisadora da Área de Comércio Exterior do Instituto de Ciências Econômicas Administrativas da Universidade Autônoma do Estado de Hidalgo. Graduado em Relações Internacionais pela UNAM. Mestre em Administração de Empresas pela Universidade Nacional de Honduras. Mestre em História da Europa.
  • BEATRIZ PALACIOS FLORENCIO
    Graduada em Ciências Empresariais e em Pesquisas e Técnicas de Mercado, especialista em Empreendedorismo, Inovação, Responsabilidade Social Corporativa e Turismo e Mestre em Gestão Estratégica e Negócios Internacionais. Professora de Marketing na Universidade Pablo de Olavide (Sevilha).
  • FRANCISCO ESPASANDÍN BUSTELO
    Professor Doutor da Universidade de Sevilha e professor visitante em várias universidades espanholas e estrangeiras. Concentra investigação nas pequenas e médias empresas nos temas de inovação empresarial, TIC, intenção empreendedora, responsabilidade social empresarial e planeamento estratégico.
  • JAIME ORTEGA GUTIÉRREZ
    Doutor em Marketing pela Universidade de Sevilha. Autor de várias publicações sobre Gestão do Conhecimento, Redes Sociais, Desaprendizagem, Co-criação de Valor, Capital Intelectual. Realizou diversas pesquisas em universidades estrangeiras (Houston, Baylor, Beira Interior e Londres) e na Polytechnic University of Cartagena.
  • JOAQUÍN TRAVESSO CORTÉS
    Mestre em Direção de Empresas pelo Instituto de Empresa. Madrid, Doutor em Administração e Gestão de Empresas pela Universidad de Sevilla. Licenciado de Ciências Econômicas e Empresariais e Diplomado em Administração de Empresas.
  • JULIO GARCÍA DEL JUNCO
    Professor da Universidade de Sevilha e autor artigos em revistas científicas e livros. É também consultor e conselheiro de empresas e professor visitante em universidades nacionais e internacionais. É acadêmico titular da European Academy of Management and Business, recebeu uma bolsa de estudos da Harvard University e Presidente da ASIBEAM (Associação Ibero-Americana de Economia, Administração e Marketing).
  • LOURDES OSORIO BAYTER
    Doutora em Administração de Empresas pela Universidade de Sevilha. Diplomada em Estudos Avançados. Pesquisadora e professora universitária, diretora e assessora do setor público e acadêmico. Com experiência em projetos sociais, jurídicos e empresariais desde a direção territorial da DANSOCIAL Delegada no Conselho Profissional de Administração de Empresas-CPAE.
  • LUIS IRRIBARREN ALCAÍNO
    Doutor em Administração de Empresas, Mestre em Administração de Empresas e em Educação Superior. Diploma em Microfinanças, Escola de Finanças e Gestão de Frankfurt. Professor Universitário, Faculdades de Engenharia Civil Industrial e Comercial, várias Universidades chilenas. Professor da: Private University of Tacna, Graduate School, e da Continental University of Huancayo, ambas do Peru.

Normas de publicação

A Coordenação do Centro de Estudos em Desenvolvimento Sustentável-CEDS informa as normas-padrão para publicação na Revista do CEDS, conforme Editais de Chamada de Artigos lançados a cada semestre (em abril e outubro) e publicados no site da UNDB.

  1. Disposições Gerais
    1. Serão aceitos para publicação na Revista do CEDS artigos de quaisquer áreas/cursos (Direito, Engenharia, Arquitetura, Ciências Contábeis, Administração, Ciências Biológicas, etc.) cujo tema abordado se relacione direta ou indiretamente com a temática do desenvolvimento sustentável, em qualquer uma das suas dimensões (ambiental, econômica, social, urbanística, tecnológica, política, etc.).
    2. O artigo não precisa ser inédito. Entretanto, caso não seja, o autor deve informar em nota de rodapé na primeira página em qual outro periódico/livro tal artigo foi anteriormente publicado e/ou apresentado.
    3. Se o artigo obteve orientação de um professor(a), o nome do mesmo, precedido de sua respectiva titulação (especialista, mestre, doutor), deverá ser indicado na primeira página abaixo do nome do(s) autor(es) do artigo.
    4. O artigo deverá ser enviado para o e-mail ceds@undb.edu.br, juntamente com o termo de compromisso (modelo anexo ao Edital) devidamente assinado pelo(s) autor(es).
  2. Regras de formatação
    1. O artigo deve ser enviado no formato Word e ter de 12 a 20 laudas de texto, excluindo-se dessa contagem a bibliografia e anexos, se existirem.
    2. O artigo deverá seguir as seguintes regras de formatação (ver modelo em anexo):
      1. Letra Arial, tamanho 12, espaçamento entre linhas 1,5 e recuo de 2 cm do parágrafo.
      2. Formato de folha A4, com margens justificadas. As margens superior e inferior devem ter 2,5cm e as margens esquerda e direita 3cm.
      3. Os itens (Introdução, Revisão de Literatura, Metodologia, Resultados e Conclusão) e subitens devem ser numerados com algarismos indo arábicos (1,2,3..) e devem estar em negrito, com letra tamanho 12. A Bibliografia também devem estar em negrito, mas sem numeração.
    3. A primeira página do artigo deve conter:
      1. Título completo e subtítulo (se houver), centralizado, em negrito e em letra tamanho 14. Caso o artigo já tenha sido publicado antes, o título deverá remeter para uma nota de rodapé que indicará o periódico/livro/anais em que tal artigo já fora publicado.
      2. Nome do(s) autor(es), abaixo do título e um abaixo do outro, alinhado à direita, sem negrito e em tamanho 12. A titulação e o vínculo institucional do(s) autor(es) devem estar especificadas em nota de rodapé.
      3. Nome do(a) professor(a) orientador(a) precedido de sigla de titulação (Esp., Me., Dr.) abaixo do nome dos autores, alinhado à direita, sem negrito e em tamanho 12. A condição de orientador deve estar especificada em nota de rodapé. É desejável que autores e orientadores informem o registro ORCID, após o nome.
      4. Resumo de até 8 linhas, dois espaços abaixo do sumário, com espaçamento simples entre linhas, margens justificadas e letra tamanho 12.
      5. Indicação de 3 a 5 palavras-chaves, dois espaços abaixo do resumo, com letra tamanho 12.
  3. Regras de citação e referências
    1. As citações diretas e indiretas deverão ser feitas pelo sistema autor-data, segundo as normas da ABNT APA.
    2. Todas as fontes mencionadas no artigo deverão ser repetidas ao final do texto na Bibliografia, obedecendo-se à ordem alfabética do sobrenome do autor, com o título da obra em itálico e de acordo com as demais normas de citação da ABNT ou APA.
    3. Citações diretas de até três linhas deverão ser feitas no parágrafo em que se inserem, em itálico e entre aspas; excedendo esse número, a citação direta deve ser feita em novo parágrafo, com recuo de 4 cm a partir da margem, letra tamanho 10 e espaçamento simples entre linhas.
  4. Apreciação Editorial
    1. Todos os artigos irão passar por apreciação editorial para fins de aprovação, e será reprovado o artigo que:
      1. Não tiver qualquer relação direta ou indireta com algumas das dimensões do desenvolvimento sustentável (ambiental, econômica, social, tecnológica, urbanística, cultural, etc.).
      2. Contiver qualquer trecho de plágio, isto é, utilização de textos/ideias de outros autores sem a devida citação.
      3. Não atender aos padrões mínimos de redação, ortografia e profundidade no conteúdo do artigo.